Nossas Ações

O Instituto Brasileiro da Pessoa tem como missão atender as demandas básicas das pessoas. As ações  realizadas são financiadas com o resultado dos serviços prestados pelos sócios e voluntários. Nenhum destes projetos recebe qualquer espécie de subvenção ou patrocínio das esferas municipal, estadual ou federal.

 

01. IDOSOS 

A  característica deste tempo em que as relações são superficiais e pouca importância é dada aos vínculos afetivos, tem como resultado a ausência de acompanhamento ou presença familiar aos idosos que residem sozinhos no centro de Porto Alegre. 

São milhares de pessoas, com mais de 65 anos, vivendo sozinhas. Muitas delas temem sair a rua, sentem-se inseguras, vivem afogadas em nostalgias. Não são poucos que, pese a situação financeira estável, passam até por necessidades nutricionais. 

Hora da Visita - Idoso

 

O Instituto brasileiro da Pessoa criou o projeto “Hora da Visita” que tem por objetivo resgatar a afetividade de quem desejar. Voluntários visitam os idosos e durante uma hora fazem aquilo que os envelhecentes desejarem. Quem determina o que deve ser feito é o visitado e não o visitante. 

Você pode ser voluntário a visitar ou ser visitado…. estamos com os olhos e ouvidos atentos para retribuir o afeto aos que nos ensinaram a amar.   

Produto:

Para subsidiar esta ação o Instituto Brasileiro da Pessoa ministra cursos, capacitações e palestras direcionadas aos profissionais que atuam como cuidadores de idosos ou que prestam serviços na rede de atenção ao idoso assim como aos gestores das prefeituras municipais.

 

02. ACOLHIMENTO LGBT

A comunidade LGBT tem um espaço para trabalhar suas questões de saúde, direitos, cidadania e integração cultural no “Papo Reto” que acontece ás terças-feiras, 19h, Sala Luiz Cosme/4º andar, Casa de Cultura Mário Quintana que apoia esta iniciativa. 

Papo Reto folheto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A ação é gratuita e aberta a todas as pessoas que queiram ocupar um espaço para falar de suas questões pessoais, ouvir palestras, participar de debates e ter contato com toda a programação cultural relacionada com as questões LGBT. 

Sempre são bem vindos os voluntários interessados em contribuir com seu conhecimento ou experiências assim como serão acolhidos com carinho quem necessitar de algum tipo de apoio ou amparo. 

Não importa o que você é importa a afetividade que você quer viver. 

Produto:

Este projeto é subsidiado através de cursos, palestras, oficinas e capacitações ministradas nas comunidades do interior do Estado.

 

 03. APLAUSOS PARA A ARTE PRODUZIDA NO INTERIOR

O interior do Rio Grande do Sul é riquíssimo em produção artístico cultural e Porto Alegre desconhece estes potenciais que, muitas vezes, permanecem desconhecidos do grande público. 

Juntamente com o Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, o Instituto Brasileiro da Pessoa promove o projeto “Porto Alegre o Palco das Humanidades do Rio Grande” e mensalmente traz exposições, instrumentistas e espetáculos de teatro produzidos no interior do Estado. 

O estimulo a criação se dá através deste projeto que oferece as condições básicas para que tais iniciativas sejam conhecidas do público portoalegrense. 

Esta mostra é uma oportunidade para que o público portoalegrense conheça a excelência da arte produzida no interior. 

Produto:

Para financiar esta ação o Instituto Brasileiro da Pessoa ministra cursos, conferências, palestras, capacitações e oficinas sobre: organização de eventos, iniciação teatral, cerimonial e protocolo, fotografia para iniciantes, técnicas de captação de imagens e edição, organização de bibliotecas comunitárias.

  

04. ARTE DE RUA RECONHECIDA

Em todas as ações do Instituto Brasileiro da Pessoa, são convidados músicos, atores, profissionais do circo e artistas de rua em geral, para apresentarem seus trabalhos durante os “Intervalos Culturais”, buscando aproximar o público do interior do Estado (normalmente quem participa dos cursos e seminários promovidos pelo Instituto são gestores nas Cidades gaúchas), com artistas de grande qualidade que gostam de trabalhar no interior e seus cachês são acessíveis as possibilidades das pequenas produções.

Os artistas interessados fazem uma apresentação durante os intervalos dos eventos e logo após disponibilizam seus contatos, cachês e formas de atuação.                 

Produto:

Os cachês dos artistas que se apresentam nos Intervalos Culturais são financiados com o resultado do pagamento das inscrições pagas pelos participantes dos eventos.

  

05. TRATAMENTO E REINSERÇÃO SOCIAL A DEPENDENTES QUÍMICOS 

Um dos equívocos no  trabalho com a dependência química é o descaso com a reinserção social pós tratamento. O Instituto Brasileiro da Pessoa se preocupa com as cinco faces nas questões de dependência química: prevenção, redução de danos, tratamento, reinserção social e combate ao tráfico.

Na prevenção, é comum utilizarem somente a arma disponível nos estabelecimentos de ensino de ensino fundamental como mecanismo de prevenção. Acreditamos na necessidade de trabalhar em todos os bairros, centros comunitários, locais de grande fluxo.

Acreditamos que a redução de danos começa com o trabalho junto com as famílias, círculos de amizade, colegas de trabalho e também com os dependentes para que consigam enfrentar a vida com menos dificuldades e utilizando menor quantidade de substâncias psicoativas.

Para o tratamento, conveniamos com fazendas terapêuticas, sem vínculos religiosos, encaminhando pacientes interessados em  tratamentos.    

Um dos pontos que podem assegurar o sucesso das iniciativas anteriores é a reinserção social que deve ser feita após a saída do tratamento com atenção permanente aos dependentes buscando viabilizar sua inclusão no mercado de trabalho, seu retorno ao mundo do conhecimento, seu saudável convívio social, ao tratamento psicológico e seu protagonismo na vida afetiva.

O combate ao tráfego se da através da preparação dos agentes públicos para o enfrentamento da epidemia. 

Produto:

O Instituto elabora projetos de captação de recursos, gratuitamente, para as Instituições que disponibilizem-se a atuar em parceria nestas cinco frentes. Em contrapartida, as Instituições atendem aos dependentes químicos e seus familiares nas áreas de sua especialidade. 

 

06.HUMANIDADES

Anualmente o Instituto Brasileiro da Pessoa, reconhece publicamente a ação de pessoas ou instituições públicas e privadas que desenvolvam ações meritórias de humanização. No dia 02 de dezembro, no Auditório Barbosa Lessa do centro Cultural CEEE Erico Verissimo, o troféu criado pelo artista Jonas Teixeira e produzido em conjunto com pessoas com deficiência é entregue aos agraciados.

Todos podem inscrever seu projeto ou recomendar merecedores de tal distinção. Os vencedores de um ano indicam os ganhadores do ano seguinte.

Banner Humanidades abril POA (1)

 

Produto:

Este prêmio é concedido com os recursos resultantes das oficinas, seminários e cursos ministrados pelo Instituto.

 

07.ENFRENTAR+

Os encontros acontecem às terças-feiras, 19h, Sala Luiz Cosme/4º andar, Casa de Cultura Mário Quintana que apoia esta iniciativa. A ação é gratuita e aberta a todos os interessados.

Enfrentar+ folheto

Sempre são bem vindos os voluntários interessados em contribuir com seu conhecimento ou experiências assim como serão acolhidos com carinho quem necessitar de algum tipo de apoio ou amparo. 

Não importa o que você é importa a afetividade que você quer viver. 

Produto:

Este projeto é subsidiado através de cursos, palestras, oficinas e capacitações ministradas nas comunidades do interior do Estado sobre sexualidade, prevenção a AIDS e combate a discriminação e ao preconceito.